Send As SMS






spicka.pt.vu é agora www.zineocio.blogspot.com
E-ZINE DE TENDÊNCIAS, ARTES E CULTURA URBANA DE GUIMARÃES

> reportagem: espaço transportável

O Espaço Transportável, espaço dedicado a intervenções artísticas, mostra-nos um trabalho de um artista, convidado por Luís Ribeiro, uma vez por mês no Jornal “Notícias de Guimarães”. Coordenado por Luís Ribeiro, este espaço conta já com seis edições, tendo iniciado o seu percurso em Julho de 2005.

Por lá passaram nomes como Max Fernandes (em Julho de 2005), Isabel Carvalho (em Setembro de 2005), Luís Ribeiro (em Outubro de 2005), Mauro Cerqueira (em Novembro de 2005), José Emílio Barbosa (em Dezembro de 2005) e António de Sousa (em Janeiro de 2006).

SOBRE LUÍS RIBEIRO
É comissário do Espaço Transportável e por isso cabe-lhe a ele convidar o artista plástico a realizar um trabalho propositadamente para este formato de exposição, uma página de um jornal.

Licenciado pela ESAP, pólo de Guimarães, é membro criador do Espaço Provisório, em 2003, juntamente com José Emílio Barbosa, Jorge Fernandes, Max Fernandes e Nuno Florêncio (também estes formados pela ESAP), espaço esse dedicado a intervenções artísticas numa loja comercial da Rua de Santo António, em Guimarães, que teve a duração de oito meses. Em 2004, por ter ficado tão agradado com o projecto, o proprietário da loja cede a este mesmo colectivo um Palacete do Século XIX na Rua de Camões. Nasceu assim o Laboratório das Artes, com um edifício de 3 andares ao seu dispor, que após 5 meses de limpeza e restauro abre ao público, em Fevereiro de 2004. Por lá passaram exposições, performances, música, cinema, workshops de artes plásticas e projectos pedagógicos dirigidos a um público infantil. Este espaço realiza a sua festa de encerramento em Novembro de 2005, numa exposição em que os trabalhos são deixados na casa e destruídos durante a demolição da mesma. Neste momento, Luís Ribeiro, juntamente com José Emílio Barbosa, coordenam o espaço/ projecto Sala de Espera, que sita na Avenida de S. Gonçalo (ver post.).

«O trabalho deste artista para o Jornal pretende reflectir sobre o objecto artístico e a forma como ele é enquadrado e interpretado, as relações existentes entre artista/ objecto/ contemplador e a finalidade de qualquer obra – a Comunicação. O facto do suporte ser um Jornal, num primeiro ponto, irá alterar inevitavelmente a visão do observador, funcionando como premissa a qualquer raciocínio sobre o trabalho apresentado. Após este primeiro momento importa analisar a imagem, a mensagem e os objectivos para os quais a obra foi produzida; absorvemos a imagem enquanto obra plástica, contendo valores formais e estéticos do domínio da arte, afastando-se da ideia de notícia ou de um anúncio publicitário. O valor atribuído ao trabalho é feito individualmente, podendo ser compreendido ou não, válido ou rejeitado, sendo a interpretação fundamental para a sustentação do objecto artístico enquanto mensagem comunicativa. Assim, o Contemplador atribui valores independentes à obra, reflexões externas à imagem, conceptualismos que se sobrepõem ao próprio trabalho.» - Notícias de Guimarães

ESPAÇO NA REDE
Desde meados de Novembro de 2005 que o Espaço Transportável tem lugar também na Internet, que possibilita aos espectadores acompanhar este espaço em qualquer parte do mundo onde o Notícias de Guimarães não chegue. O endereço é
http://espacotransportavel.blogspot.com
. Nesta página podem ser visualizadas as obras publicadas no jornal, assim como o texto explicativo, escrito por Luís Ribeiro.

0 comentários a “> reportagem: espaço transportável”

Enviar um comentário

links para este post

Criar uma hiperligação


antónio lobo de carvalho

    spicka.pt.vu apoia a petição criada por Diuner de Guimarães para que seja atribuído a uma rua de Guimarães o nome de António Lobo de Carvalho, poeta satírico vimaranense do século XVIII.


XML

Firefox
a contar desde janeiro de 2006


© 2005 - 2007 SPICKA.PT.VU